CEO (Diretor Geral)

Home » BR » O que é...? » CEO (Diretor Geral)


O que é o CEO (Chief Executive Officer)?

Um diretor executivo (CEO) é o mais alto executivo de uma empresa, cujas responsabilidades principais incluem tomar grandes decisões corporativas, gerenciar as operações e recursos gerais de uma empresa, atuar como o principal ponto de comunicação entre o conselho de administração (a diretoria) e as operações corporativas e ser a face pública da empresa. Um CEO é eleito pelo conselho e seus acionistas.

Entendendo os Diretores Executivos

O papel de um CEO varia de uma empresa para outra, dependendo do tamanho, cultura e estrutura corporativa da empresa. Em grandes corporações, os CEOs normalmente lidam apenas com decisões estratégicas de alto nível e aquelas que direcionam o crescimento geral da empresa. Em empresas menores, os CEOs freqüentemente são mais práticos e envolvidos com as funções do dia-a-dia. Os CEOs podem definir o tom, a visão e, às vezes, a cultura de suas organizações.

Devido às suas freqüentes relações com o público, às vezes os diretores executivos de grandes corporações se tornam famosos. Mark Zuckerberg, o CEO do Facebook (FB), por exemplo, é hoje um nome familiar. Da mesma forma, Steve Jobs, fundador e CEO da Apple (AAPL), tornou-se um ícone tão global que, após sua morte em 2011, surgiu uma explosão de filmes documentários sobre ele.

Posições de chefia relacionadas

A América Corporativa abriga inúmeros títulos de executivos seniores que começam com a letra C, para "chefe". Este grupo de altos funcionários sênior passou a ser chamado de suite C, ou nível C, no vernáculo.

Confusão de nível C

Quando se trata de cargos de nível executivo dentro de uma organização, os títulos atribuídos e as funções associadas a cada um deles podem se tornar confusos rapidamente. Para pequenas organizações ou aquelas que ainda estão em fase startup ou de crescimento, por exemplo, o CEO também pode estar servindo como CFO e o diretor de operações (COO), e assim por diante. Isto pode levar a uma falta de clareza, para não mencionar um executivo com excesso de trabalho. Atribuir vários títulos a um único executivo pode causar estragos na continuidade de um negócio e, em última instância, pode afetar negativamente sua lucratividade a longo prazo.

A diferença entre CEO e COB

O CEO dirige os aspectos operacionais de uma empresa; o conselho de administração supervisiona a empresa como um todo, enquanto o líder do conselho é chamado de presidente do conselho (COB). O conselho tem o poder de anular as decisões do CEO, mas o presidente do conselho não tem o poder de anular o conselho. Ao invés disso, o presidente é considerado um par com os outros membros do conselho. Em alguns casos, o CEO e o presidente do conselho podem ser a mesma pessoa, mas muitas empresas dividem essas funções entre duas pessoas.

A diferença entre o CEO e o CFO

O CFO é o principal diretor financeiro de uma empresa. Enquanto os CEOs administram as operações gerais, os CFOs se concentram especificamente em questões financeiras. Um CFO analisa os pontos fortes financeiros de uma empresa e faz recomendações para melhorar as fraquezas financeiras. O CFO também acompanha o fluxo de caixa e supervisiona o planejamento financeiro de uma empresa, tais como investimentos e estruturas de capital.

O impacto de uma mudança de CEO

Quando um novo CEO assume o controle de uma empresa, o preço de suas ações pode mudar por qualquer número de razões. Entretanto, não há correlação positiva entre o desempenho de uma ação e o anúncio de um novo CEO, por si só.

No entanto, uma mudança no CEO geralmente acarreta mais riscos de queda do que de alta, particularmente quando não foi planejada. O preço de uma ação pode oscilar para cima ou para baixo com base na percepção do mercado da capacidade do novo CEO de liderar a empresa, por exemplo. Outros fatores a serem considerados ao investir em uma ação que está passando por uma mudança na gestão incluem a agenda do novo CEO; se ele ou ela pode mudar a estratégia corporativa para pior; e quão bem a suíte C da empresa está gerenciando a fase de transição.

Os investidores tendem a se sentir mais confortáveis com os novos CEOs que já estão familiarizados com a dinâmica da indústria da empresa e com os desafios específicos que a empresa pode estar enfrentando. Tipicamente, os investidores avaliarão o histórico de um novo CEO para criar valor para os acionistas. A reputação de um CEO pode se refletir em áreas como a capacidade de aumentar a participação no mercado, reduzir custos ou expandir para novos mercados.